6 de agosto de 2018

Novo Grupo Semente Kapok do Clann Samaúma

Com as bênçãos dos Deuses, em especial de Lugh, na Clareira da Samaúma, com Bétula para abençoar nossos caminhos, iniciamos um novo ciclo, uma nova jornada de estudos e vivências.


Desejamos que este caminhar seja rico e que nos eleve e nos engrandeça!


Céad míler faílte! (Sejam muito bem vindos!) 💚



/|\











30 de junho de 2018

GRUPO SEMENTE KAPOK 2018


GRUPO SEMENTE KAPOK 2018

Estudos e vivências da Espiritualidade Celta e da Natureza com o Clann Samaúma.

"Três velas que iluminam toda a escuridão: a Verdade, a Natureza e o Conhecimento" (tríade céltica).

A Espiritualidade Celta em nossos dias compreende o resgate da sabedoria ancestral em profunda conexão e comunhão com a natureza sagrada.

Aos que sentem o chamado para conhecer e vivenciar um caminho de espiritualidade centrado na Natureza, o Clann Samaúma abre suas portas para mais um Grupo Semente Kapok, de estudos iniciais sobre a Espiritualidade Celta. A Samaúma, nossa matrona, é uma árvore nativa da Amazônia considerada por diversos povos da Terra como a “Mãe das Árvores” ou a "Rainha da Floresta". Kapok é o nome do fruto e semente da sagrada Samaúma. Somos o Clã da Samaúma, Filhos da Samaúma.

Interessados em participar devem inscrever-se por e-mail (clannansamauma@gmail.com) enviando o questionário abaixo respondido, e em anexo uma imagem/cópia de sua identidade (para comprovar idade mínima de 18 anos).
A inscrição é gratuita e o prazo é até 31/07/18.

*

Questionário

1. Qual seu nome civil (completo)?
2. Qual sua idade?
3. É adepto de alguma religião? Se sim, qual?
4. Participa de algum grupo, coven, igreja?
5. Como se interessou pela Espiritualidade Celta?
6. Qual seu telefone e e-mail para contato?
7. Tem disponibilidade para ir às reuniões, estudar e praticar as atividades e meditações em casa?

*

Depois de enviar sua inscrição aguarde nossa confirmação.

Serão nove encontros (um a cada mês) para estudos, debate, meditação e vivências em grupo, aos domingos de manhã.


/|\

19 de junho de 2018

Solstício de Verão 2018

Terra sob os pés,
Fogo no coração,
Estrelas sobre a cabeça.

Firmes no pensamento, nas intenções e propósitos,
Na presença das Deusas e Deuses,
De mãos dadas, celebramos.

Honramos e agradecemos aos nossos Ancestrais,
Dançamos, cantamos, comemos e bebemos,
Juntos às árvores, animais, igarapé, encantados e fadas.

Sândalo,
Pedras,
Cristais.

Que o Sol ilumine e aqueça nossos corações,
Que Aine nos traga prazer, alegria, esplendor, amor e beleza na jornada,
Que Manannán nos fortaleça, proteja e nos conduza com coragem, honra e respeito!

Bênção de todos os Deuses,
Em conexão com os Três Reinos,
Entre Mundos, aqui!

Awen /|\



*Registros da Celebração do Solstício de Verão 2018 feitos por Mayra Faro, Dannyel Castro e Érika Moura.


















/|\

29 de novembro de 2017

A Sua Oferta


Quando os pés não puderem mais andar, 
Quando em peso a se curvar, 
Quando o mundo residir em meus ombros, 
Saberei da força em mim. 
Não o mais forte, não o mais fraco; 
O mais bravo, o vencedor. 
Merecido no peito a arquear quando mais noite ao dia raiar.

Não temo a morte, não temo a vida.
Só posso temer as amarras de cada dia, de cada olhar. 
Porém, envolto em sangue, feita a minha oferta, 
Reivindico a força, pois semeio o pulsar da coragem.

Nos golpes da lâmina, no cicatrizar das feridas, 
No abrir dos cortes, estou em ti e velo e revelo o sagrado em ti. 
Sua batalha é sua oferta. 
E armado com minhas armas a aceito; 
De peito aberto, sábio e esperto, a aceito.



Por Thiago Borba


Texto em Honra a Deusa Scathach em ocasião a Celebração de Samhain 2017.



(Imagem: Cary McAulay)


/|\



31 de janeiro de 2017

Sugestões de ritos domésticos para o Imbolc



Imbolc é o antigo festival celta em honra à Deusa Brighid, senhora do fogo sagrado e também das fontes de água curadoras. É celebrado no dia 1 ou 2 de fevereiro na Irlanda e Escócia, e em outros lugares do mundo (como o Brasil) por grupos ou pessoas que praticam a Espiritualidade Celta, seguindo a “Roda Norte”, ou no dia 1 de agosto, seguindo a “Roda Sul”.

O festival de Imbolc representa o primeiro sopro da Primavera, quando o frio e as chuvas pouco a pouco começam a diminuir. Podemos sentir a cada dia a presença de Brighid mais forte ao nosso redor... No sol da manhã, no revoar dos passarinhos, nos ventos que sopram mudança... 
Segue abaixo algumas sugestões de ritos domésticos para celebrar o Imbolc, só ou em família/grupo: 

1) Saudando Brighid:


No amanhecer do dia 1 de fevereiro, abra a janela ou a porta de entrada da sua casa e diga “Sláinte Brighid!” (Bem-vinda Brighid!). Respire bem fundo... Escute o som dos passarinhos cantando, veja a luz do Sol iluminando o céu e entrando em sua casa. Agradeça e feche a porta (a janela pode deixar aberta). 


2) Saudação ao Sol e à Brighid:

De manhã cedo, se possível quando o Sol estiver nascendo, olhe para o Leste e faça a seguinte oração*: 

“Eu louvo BRIGHID
Amada da Irlanda
Amada de todas as terras
Que todos a louvemos! 

És a tocha brilhante, 
Brilhando em toda a Terra
És a Grande Mulher de Sabedoria e Medicina
O orgulho de todas as mulheres

Vem a Grande Noite,
Escura e fria
Mas no dia de Brighid
A Primavera está sobre nós

Brighid do amanhecer
Elevando-se na manhã
Elevando-se com a Primavera
Abençoando toda a terra!

Te vejo na nuvem suave
Te vejo no pingo de chuva
Te vejo nos ventos da mudança
Soprando pela Terra

És a branca vaca de orelhas vermelhas
Nutrindo o povo
Nutra, ó Mãe Divina, as almas famintas em nossa terra

Os pássaros cantando desdobram 
O tempo sobre nós
Que tenhamos olhos para ver
A sua sagrada presença

Eu louvo Brighid
Amada da Irlanda
Amada de todas as terras
Que todos a louvemos!” 

(*adaptação da canção tradicional irlandesa “Brighid’s kiss”)


3) Banho de cura:


Faça um banho de cura com ervas e plantas sagradas (exemplo: alecrim, manjericão, rosas brancas, girassol, priprioca, ou pau-rosa...). Esquente no fogo um litro de água, apague o fogo, e coloque a água em um recipiente ou vasilha de vidro ou barro, acrescente com cuidado as ervas. Misture na água enquanto faz uma oração ou pedido à Deusa Brighid por cura, proteção, abundância... Espere esfriar um pouco a água, e depois de seu banho normal, derrame devagar o banho de cura do pescoço para baixo. Enterre ou deposite as ervas que utilizou para o banho em um vaso de planta ou no pé de uma árvore.


4) Chama sagrada:

Pegue uma vela branca, desenhe ou risque na cera o símbolo do ogham que representa a Bétula: 



A Bétula é uma das árvores sagradas para a cultura celta e simboliza o recomeço, renascimento, purificação, cura e a benção para iniciar novos projetos e ciclos. 
Peça a benção de Brighid para acender uma chama, acenda a vela e converse com a Deusa de “espírito para espírito”. Faça seus pedidos e agradecimentos à Ela. Quando terminar deixe a vela queimando em uma luminária (para que a chama não se apague com o vento) perto de uma janela. Faça esse rito na noite do dia 1 ou 2 de fevereiro (obs: a tradição das Candeias na janela das casas, surgiu dessa antiga tradição pagã). 


5) Roda de Brighid:


Confeccione uma Roda ou Cruz de Brighid com palha, junco ou ramo de trigo, e coloque em cima da porta de entrada da sua casa ou em cima do fogão. Esse símbolo é consagrado à Brighid e traz proteção para a casa. Se não puder fazer a Roda de Brighid, desenhe em um papel ou imprima o símbolo, pedindo que a Deusa abençoe essa Roda, assim como sua casa e família. 




6) Limpando a casa:

Se não fez aquela faxina ou “desapego” de fim de ano, está na hora de fazer. Jogue fora ou doe tudo o que você não usa mais. Queime um incenso ou ervas aromáticas secas e caminhe pela casa cantando uma canção sagrada ou recitando uma oração à Brighid, pedindo sempre que haja amor, paz, saúde, alegria e abundância em seu lar. 


***

Essas são as sugestões... Celebre o Imbolc e que Brighid abençoe à todos nós! /|\




(texto por Mayra Darona NíBrighid).